• Junior Confecções

SAÚDE PÚBLICA

Anvisa divulga alerta sobre riscos do uso indiscriminado de paracetamol

O medicamento tem sido usado para aliviar os sintomas de reação da vacina contra covid-19

Publicados

em

Ilustrativa/Reprodução

Por Agência Brasil

Nesta quinta-feira, a Anvisa divulgou um alerta reforçando que o uso indiscriminado de paracetamol para alívio de dores e febre após a vacinação contra covid-19 pode levar a eventos adversos graves, incluindo hepatite medicamentosa e morte. Portanto, o uso do medicamento deve ser feito com cautela, sempre observando a dose máxima diária e o intervalo entre as doses, conforme as recomendações contidas na bula, para cada faixa etária.

O alerta é da Gerência-Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária (GGMON), que recomenda aos profissionais de saúde e à população que notifiquem à Anvisa os casos de reações indesejadas após o uso do medicamento.

As principais reações observadas após a vacinação contra covid-19 são febre e dores de cabeça e no corpo, que variam de leves a moderadas. Mas é bom lembrar que esses efeitos devem desaparecer em poucos dias.

Notificação

A ocorrência de quaisquer efeitos indesejados após a utilização de paracetamol e de outros medicamentos deve ser imediatamente registrada por meio do VigiMed, sistema da Anvisa destinado às notificações de eventos adversos, tanto por cidadãos quanto por serviços de saúde. Já as suspeitas de desvios de qualidade (queixas técnicas) referentes a fármacos em instituições de saúde devem ser registradas por meio do Notivisa.

É de suma importância que a notificação contenha um conjunto de informações, como a identificação detalhada do medicamento suspeito, dados do fabricante, concentração e lote, bem como a dose e o seu tempo de uso.

Casa das Capinhas Novo

Atenção ao uso correto

De acordo com a GGMON, o paracetamol vem sendo utilizado para aliviar sintomas de eventos adversos pós-vacinais, como febre e dores de cabeça. Entretanto, a utilização incorreta pode causar eventos adversos graves, incluindo hepatite medicamentosa com desfecho fatal, quando o uso é prolongado ou acima da dose máxima diária.

Deve-se ter em mente que para qualquer medicamento existe um risco associado ao seu consumo. Por isso, é fundamental que o produto seja utilizado de forma correta, seguindo as recomendações da bula e as orientações dos profissionais de saúde.

Recomendações

Confira abaixo as informações sobre a dose máxima diária de paracetamol para cada faixa etária, conforme a bula do medicamento:

Adultos e crianças acima de 12 anos: dose máxima de 4 gramas em um dia; 

Crianças entre 2 e 11 anos: não devem ser utilizados mais de 50-75 mg/kg em um dia (24 horas);

Para crianças abaixo de 11 kg ou 2 anos ou com menos de 20 kg: consulte o médico antes de usar.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  EM TANGARÁ:Dupla invade casa e executa rival a tiros na frente da esposa e sogra
Propaganda

GERAL

Vice-governador do DF defende parcerias com Governo de MT: “Fiquei completamente impressionado”

Paco Britto afirmou que Mato Grosso é um excelente campo de negócios para fomento às atividades econômicas

Publicados

em

Governador Mauro Mendes se reúne com o secretário executivo do Consórcio Brasil Central e vice-governador do DF, Paco Britto - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

Por Lucas Rodrigues | Secom-MT

O vice-governador do Distrito Federal e secretário-executivo do Consórcio Brasil Central (BRC), Paco Britto, afirmou ter ficado “completamente impressionado” com o equilíbrio fiscal conquistado pelo Governo de Mato Grosso e defendeu parcerias com o estado.

Paco Britto se reuniu com o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, na manhã desta quarta-feira (23.06), junto com integrantes do BRC e executivos do Banco Regional de Brasília (BRB), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá. Também estiveram presentes os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda) e César Miranda (Desenvolvimento Econômico).

“Mato Grosso é um excelente campo de negócios. Eu fiquei completamente impressionado. É um Governo que conseguiu Capag A [nota máxima de capacidade de pagamento junto ao Tesouro Nacional], que pegou uma gestão com atrasos de pagamento, atrasos salariais, atrasos com fornecedores e hoje é um Governo pujante”, declarou.

Durante a reunião, Paco Britto e Mauro Mendes (que já presidiu o BRC em 2019 e 2020) falaram sobre a possibilidade de abertura de linhas de crédito para fomentar micro e pequenos empreendedores em Mato Grosso, especialmente por conta das dificuldades trazidas pela pandemia.

“Nós do Consórcio estamos dando seguimento ao que o governador Mauro Mendes fez. Temos interesse dentro do BRB de trabalhar com o pequeno e com o médio empresário, com empresários do setor rural também, fazendo novos parceiros. E todos os bancos, não só o BRB, querem fazer linhas de crédito com Mato Grosso”, pontuou Paco Britto.

De acordo com o governador de Mato Grosso, a reunião foi voltada a criar estratégias para ampliar a geração de empregos e fomentar a expansão da atividade econômica do estado.

“Falamos sobre linhas de crédito, financiamentos e parcerias que estamos construindo para trazer grandes benefícios ao micro e pequeno empreendedor do estado de Mato Grosso. E também linhas de crédito na Infraestrutura que podemos trabalhar com o Banco Regional de Brasília, que é um banco robusto que está crescendo no Centro-Oeste”, ressaltou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil e Judiciário lançam ferramentas para quebrar o ciclo da violência doméstica
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA