VIOLÊNCIA MÁXIMA

Youtuber é morto com 10 tiros na cabeça em frente à padaria em Tangará da Serra

O homicídio foi registrado no início da noite de quarta-feira (09), no bairro Jardim San Diego, em Tangará da Serra

Publicados

em

Reprodução

Um digital influencer, identificado como Fredson Djonatan, de 26 anos, foi executado com mais de 10 tiros na cabeça no início da noite de quarta-feira (09), na frente de uma padaria, em Tangará da Serra (239 km de Cuiabá).

Segundo relatos de testemunhas, a vítima estava em uma padaria que pertenceria à família dele, no bairro Jardim San Diego.

Em seguida, os assassinos se aproximaram em um veículo Fiesta de cor prata e realizaram os disparos, que atingiram a cabeça de Fredson.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas o jovem já foi encontrado sem vida.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve na cena do crime. Em análise preliminar, foi constatado mais de 10 marcas de tiro no corpo da vítima.

JK Mercearia

A maior parte dos disparos atingiu a cabeça do influenciador. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Após o crime, os assassinos fugiram. Até a manhã desta quinta-feira (10), ninguém havia sido preso.

Ainda não se tem informações sobre a motivação do crime. A Polícia Civil deverá investigar o caso.

Fredson era criador de conteúdo humorístico e tinha um canal no YouTube e um perfil no Instagram onde contava com 1320 seguidores.

Fonte: Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil e Judiciário lançam ferramentas para quebrar o ciclo da violência doméstica
Propaganda

GERAL

Polícia encontra bandidos do Novo Cangaço hospedados em hotel de MT

No local, os policiais encontraram alguns materiais usados no crime e um montante em dinheiro.

Publicados

em

Bandidos foram presos pelo GCCO. - Reprodução

Por G1 MT

Dois suspeitos de fazer parte da quadrilha que assaltou duas agências bancárias, em Nova Bandeirantes (MT), no dia 4 deste mês, foram presos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (23), em Nova Monte Verde, que fica a 54 km da cidade onde aconteceu o roubo.

Os criminosos são procurados há mais de 15 dias. Durante esse período de buscas, seis deles foram mortos em dois confrontos com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Força Tática. Ao todo, cerca de 20 pessoas teriam participado do assalto às agências, na modalidade Novo Cangaço.

Eles estavam hospedados em um hotel, em Nova Monte Verde.

Cerca de 200 mil foram recuperados pela polícia — Foto: Assessoria

Cerca de 200 mil foram recuperados pela polícia — Foto: Assessoria

Durante as buscas e confrontos desde a data do assalto, aproximadamente R$ 200 mil em espécie foram recuperados pela polícia.

Nesta terça-feira (22), agentes do Bope e da Força Tática encontraram R$ 45 mil escondidos em uma região de mata em Nova Bandeirantes. O dinheiro seria parte da quantia roubada dos bancos.

Antes disso, no dia 10, quatro foram mortos pela polícia. Na ocasião, mais de R$ 160 mil também foram recuperados.

E, nessa segunda-feira (21), outros dois assaltantes morreram após troca de tiros com os agentes. Com eles, a polícia encontrou R$ 43.510 em espécie.

O Bope acredita que a nova quantia encontrada nesta terça-feira foi deixada por um dos assaltantes que conseguiu fugir durante o último confronto.

A polícia estima que cerca de 20 pessoas participaram do assalto no estilo ‘Novo Cangaço’, que fez mais de 30 pessoas reféns. Os criminosos estavam armados e usavam roupas camufladas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil e Judiciário lançam ferramentas para quebrar o ciclo da violência doméstica
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA