PONTES E LACERDA

Suspeitos de praticarem roubos de camionetes na região de Sapezal e Campo Novo do Parecis foram presos em Pontes e Lacerda

Publicados

em

Em ação da Delegacia de Sapezal, com o apoio das Delegacias de Pontes e Lacerda e de Campos de Júlio, 2 suspeitos de praticarem roubos de camionetes na região de Sapezal e Campo Novo do Parecis foram presos no município de Pontes e Lacerda, bem como foram cumpridos 4 mandados de busca domiciliar naquele município.

Após intensa perseguição, um dos suspeitos, que possuía 3 mandados de prisão em aberto, foi preso após colidir o veículo que ocupava, sendo encontrada com ele a arma de fogo utilizada nos crimes, bem como objetos pessoais que haviam sido subtraídos.

Com a outra suspeita, que possuía 2 mandados de prisão em aberto, foi encontrado um telefone celular subtraído em uma das ações.

As investigações que culminaram nas prisões contaram ainda com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e do Gefron.

Fonte: Polícia Civil

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Black Friday Show Gazin Pontes e Lacerda
Propaganda

CIDADES

Prefeitura de Tangará da Serra (MT) decreta situação de emergência devido à falta de água

Prefeito disse que Tangará está passando por severa seca em todo o seu território, registrada, segundo ele, “como a maior dos últimos anos, caracterizando estado de escassez hídrica”.

Publicados

em

A Prefeitura de Tangará da Serra, a 241 km de Cuiabá, decretou situação de emergência devido à falta de água no município. A publicação foi feita na terça-feira (24) e tem duração de 60 dias.

O prefeito Fábio Junqueira declarou no decreto que o município é “afetado por desastre codificado como seca – Cobrade” e explica que Tangará está passando por severa seca em todo o seu território, registrada, segundo ele, “como a maior dos últimos anos, caracterizando estado de escassez hídrica”.

Com o decreto, fica autorizado o emprego e destinação dos recursos humanos (servidores), financeiros e materiais, veículos e equipamentos do município para auxiliar nas operações de abastecimento humano e dessedentação de animais.

O decreto coloca ainda a Secretaria de Meio Ambiente para atuar em parceria com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e a Vigilância Sanitária na priorização de análises de outorgas de direitos de uso de recursos hídricos e autorizações ambientais destinadas ao abastecimento público.

Em agosto deste ano, o prefeito Fábio Junqueira assinou um decreto obrigando a população a economizar água pelo período de 120 dias.

No período de estiagem, segundo a prefeitura, a cidade tem um desabastecimento considerável dos reservatórios e, consequentemente, devido à seca, a população aumenta o consumo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mãe, filho e irmã morrem em acidente provocado por motorista embriagado sem CNH em Pontes e Lacerda, diz polícia
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA