PONTES E LACERDA

PF prende 1 por exploração ilegal de ouro e apreende carro de luxo; 8 kg em um mês em Pontes e Lacerda

Publicados

em

Um homem foi preso e um veículo de luxo apreendido pela Polícia Federal durante a 2ª fase da Operação Papagaio de Ouro deflagrada no dia (15), na região de Pontes e Lacerda (a 443 km de Cuiabá). A ação tem o objetivo de desarticular suposta associação criminosa voltada à exploração ilegal de ouro na localidade.

Conforme a PF, dois homens são investigados por suspeita de integrar a associação, e um deles acabou sendo preso nesta quinta. Para a polícia, há fortes indícios de que dupla, que seria pai e filho, estaria em atividade desde o ano de 2016, extraindo ilegalmente cerca de 8 quilos de ouro por mês, utilizando-se de diversas pessoas e máquinas de grande porte.

As medidas foram determinadas pela 2ª Vara Federal de Cáceres, tendo em vista que os investigados estariam ocultando o patrimônio adquirido ilegalmente. Os policiais apontam que os suspeitos estariam prejudicando as investigações e dificultando a recuperação dos valores obtidos com a prática criminosa.

No curso da investigação, já foram apreendidos diversos veículos, máquinas, imóveis, gados e valores obtidos com a exploração ilegal de ouro. Tais medidas visam descapitalizar a associação criminosa e demonstrar que o crime não compensa.

O nome da operação, segundo a Polícia Federal, é uma referência ao Córrego do Papagaio, local onde a investigação teve início. A Polícia Federal recebeu uma denúncia de que a área estava sendo poluída com os rejeitos do garimpo ilegal.

Fonte: RDNews

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitura de Nova Lacerda edita novo decreta liberando as atividades turística no município
Propaganda

CIDADES

Prefeitura de Tangará da Serra (MT) decreta situação de emergência devido à falta de água

Prefeito disse que Tangará está passando por severa seca em todo o seu território, registrada, segundo ele, “como a maior dos últimos anos, caracterizando estado de escassez hídrica”.

Publicados

em

A Prefeitura de Tangará da Serra, a 241 km de Cuiabá, decretou situação de emergência devido à falta de água no município. A publicação foi feita na terça-feira (24) e tem duração de 60 dias.

O prefeito Fábio Junqueira declarou no decreto que o município é “afetado por desastre codificado como seca – Cobrade” e explica que Tangará está passando por severa seca em todo o seu território, registrada, segundo ele, “como a maior dos últimos anos, caracterizando estado de escassez hídrica”.

Com o decreto, fica autorizado o emprego e destinação dos recursos humanos (servidores), financeiros e materiais, veículos e equipamentos do município para auxiliar nas operações de abastecimento humano e dessedentação de animais.

O decreto coloca ainda a Secretaria de Meio Ambiente para atuar em parceria com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e a Vigilância Sanitária na priorização de análises de outorgas de direitos de uso de recursos hídricos e autorizações ambientais destinadas ao abastecimento público.

Em agosto deste ano, o prefeito Fábio Junqueira assinou um decreto obrigando a população a economizar água pelo período de 120 dias.

No período de estiagem, segundo a prefeitura, a cidade tem um desabastecimento considerável dos reservatórios e, consequentemente, devido à seca, a população aumenta o consumo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeitura de Nova Lacerda edita novo decreta liberando as atividades turística no município
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA