NOVA LACERDA

Em Nova Lacerda homem mata assaltante e salva esposa e filhos após ser feito refém por três horas

Publicados

em

Imagem Ilustrativa

Um homem de 29 anos conseguiu matara tiros um assaltante que fez sua família de refém por três horas na madrugada do último sábado (14), em Nova Lacerda (541km de Cuiabá). A vítima pegou a arma, que tinha guardada no guarda roupa, em um momento de descuido do bandido, e efetuou seis disparos.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o homem estava em casa com a família, por volta das 21h, quando chegaram três homens, com os rostos cobertos, e armados. Os assaltantes mandaram que todos deitassem no chão e ficassem quietos, e eles obedeceram.

Depois disso, dois dos três assaltantes saíram da casa levando diversos pertences, como celulares, carteiras e dois carros, uma Hilux e uma Fiat Strada. E terceiro bandido ficou na casa ainda por cerca de três horas, fazendo os moradores de reféns.

Em dado momento, a vítima pediu ao assaltante para levar seu filho para a cama, pois ele estava dormindo em seu colo. O bandido permitiu. Neste interim, enquanto o assaltante estava no telefone com os comparsas, a vítima conseguiu pegar uma arma de fogo que estava no guarda-roupa, e a colocou na cintura.

Após um tempo, a vítima pediu para ir ao banheiro, o que foi permitido. Quando saiu, já estava com a arma em punho, e acertou um tiro no peito do assaltante, que caiu no chão, mas ainda tentou disparar contra a vítima, que voltou a atirar, cerca de seis vezes.

O assaltante morreu no local. Neste momento, a vítima foi até a casa de uma amiga, e pediu que ela chamasse a Polícia Militar. Os policiais compareceram ao local, e recolheram a arma do suspeito, um revólver calibre 38 com munições intactas e um carregador de celular. Também receberam a arma da vítima, uma pistola taurus calibre 380 com 14 munições intactas.

Fonte: Olhar Direto

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Delegado regional fala sobre investigações de chacina em Aripuanã
Propaganda

CIDADES

Prefeitura de Tangará da Serra (MT) decreta situação de emergência devido à falta de água

Prefeito disse que Tangará está passando por severa seca em todo o seu território, registrada, segundo ele, “como a maior dos últimos anos, caracterizando estado de escassez hídrica”.

Publicados

em

A Prefeitura de Tangará da Serra, a 241 km de Cuiabá, decretou situação de emergência devido à falta de água no município. A publicação foi feita na terça-feira (24) e tem duração de 60 dias.

O prefeito Fábio Junqueira declarou no decreto que o município é “afetado por desastre codificado como seca – Cobrade” e explica que Tangará está passando por severa seca em todo o seu território, registrada, segundo ele, “como a maior dos últimos anos, caracterizando estado de escassez hídrica”.

Com o decreto, fica autorizado o emprego e destinação dos recursos humanos (servidores), financeiros e materiais, veículos e equipamentos do município para auxiliar nas operações de abastecimento humano e dessedentação de animais.

O decreto coloca ainda a Secretaria de Meio Ambiente para atuar em parceria com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e a Vigilância Sanitária na priorização de análises de outorgas de direitos de uso de recursos hídricos e autorizações ambientais destinadas ao abastecimento público.

Em agosto deste ano, o prefeito Fábio Junqueira assinou um decreto obrigando a população a economizar água pelo período de 120 dias.

No período de estiagem, segundo a prefeitura, a cidade tem um desabastecimento considerável dos reservatórios e, consequentemente, devido à seca, a população aumenta o consumo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Quatro corpos são encontrados com sinais de execução próximo de Aripuanã, um deles foi carbonizado
Continue lendo

CIDADES

MATO GROSSO

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA